VARAL NO. 7

VARAL ESTENDIDO! 

Caros amigos do Varal!

Com tantas tragédias acontecendo pelo mundo e atualmente e em especial a que toca a região serrana do Rio de Janeiro e algumas regiões de São Paulo e Minas, algo nos faz parar para pensar. A vida é curta? O que fazemos realmente conta? O que se leva daqui? Por quê?

A verdade é que tragédias sempre existirão e cada uma delas toca o coração da gente e muitas vezes nos mostra o quanto estamos aquém da força que gostaríamos de ter para ajudar mais e mais. A vida é curta? É. O que fazemos realmente conta? Conta sim. Não importa o que, se fazemos juntos e com amor, conta. O que se leva daqui? Talvez a sensação de um dever cumprido, talvez o carinho dos que ficam… Por quê? Ah… Quem saberia dizer!

Estamos mais uma vez juntos na harmonia das palavras fazendo delas uma voz, estendendo um varal de amor.

Apresentamos como convidado especial da edição o poeta catarinense Alcides Buss, mestre em captar emoções e fazer delas versos inconfundíveis. Alcides também foi, nos anos 70, o criador dos varais literários em Santa Catarina e que depois foram, aos poucos, se espalhando pelo Brasil. A ele devemos este informal meio de difusão da literatura.

Estamos também a um passo de realizar a primeira antologia impressa de nossa revista: o livro Varal Antológico já conta com diversos autores provenientes dos mais diversos lugares. Ainda há tempo (pouco) de participar; algumas vagas (poucas) ainda estão disponíveis. Quem sabe você preencherá uma delas!

Aproveite a leitura, amigo. Dê asas ao seu talento e venha também ser um autor do VARAL!

E neste momento em que vozes de carinho se unem pelas regiões do Brasil em sofrimento, não se esqueça de procurar uma maneira de unir suas mãos a todas as que já se estenderam: solidariedade é a palavra final.

A Equipe do VARAL

Leave a Reply