Ciúmes

TRABALHO DO GRUPO DO VARAL DO BRASIL

 

 

1.CIÚMES

 

Ciúmes são pimenta da forte

Ilusão, possessividade, morte…

Uma agonia que não dá sorte

Medo de perder o seu consorte

E um sentimento de corte…!       Jacqueline Bulos Aisenman

 

2. CIÚMES

 

Algo corrói as entranhas,

Penetra o ser,

Confunde o viver.

Sensações estranhas

Percorrem nas veias,

Correm sem peias.

Arde no peito

Ar rarefeito.

Perturba a mente

Queima latente.

Gela delirante,

Dor cortante.

Ah! Ciúmes maldito!                    Isabel Cristina Albuquerque

 

 

3.CIÚME

 

 

O ciúme é uma fonte de delírios cegos,

de vontades mudas, de desejos surdos…

Pobre Alma Humana que dê de beber a si mesmo,

a taça do silencio negro…                                                      Rita Pea

 

 

 

4.CIÚMES

 

Que discorda…

Visitar um instante passado;

Olhar imagens vencidas;

Pensar um existir esquecido.

 

 

 

 

 

 

 

Que consome…

Sentir o cheiro que já é neutro;

Ver cenas inexistentes;

Imaginar o que não é mais.

 

Que acorda…

Despertar pensamento dormente;

Acender chama apagada;

Resgatar coisas perdidas.

 

Que arrepende…

Ver o rosto que era só seu;

Buscar a pele que já trocou;

Ver nos olhos que o brilho já se foi..,             Sonia Palma

 

 

 

5.CIÚME

 

Ciúme  cala a razão,
endurece o coração,
ciúme de um olhar teu,
de um sorriso que não é meu,
ciúme da multidão,
ciúme é solidão,
triste fim de uma alma que sofreu,
ciúme é ódio, é amor, é desejo, ciúme é o extremo da paixão…         Ana Rosa Santana

 

 

6. Tarde Silenciosa
A tarde cai,
As montanhas ao longe
Em topos douram.
Folhas, folhas voam e revoam no douro céu
Enquanto a espera é retida no relógio do tempo…
Neste contemplar da alma em versos,
Ciúmes fazem meu coração chorar.                                                           Neide Bohon

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7. CIÚME

 

Chama que corrói e queima,

mal que domina, faz sofrer…

sensação de vazio, agonia

que maltrata a mente inerte.

 

Quem sabe a dor que causa,

não tem ciúme, crê

no amor, amizade e afeição.

Vive em paz e deixa viver…

 

Ciúme, descrédito, solidão

que assola o coração doente,

se perde em delírios de ilusão,

alma em queimação…

 

Quem confia se sente em paz…

Ama o amor e sabe

que ninguém ao outro pertence

e sim à sua própria existência…                                         Marilu F Queiroz

 

 

 

 

ATÉ O CIÚME

Como tudo na vida é relativo…
Até o ciúme, quando eu era jovem,
Era aquele monstro de olhos verdes
Que me fazia sofrer,
Pelo amor ausente que não vinha me ver.
Com o passar do tempo descobri
Que era inútil sentir,
Pois o carinho que alguém oferecia
A outra pessoa, não era meu,
Ninguém perde o que não tem.
Depois a tristeza de ser esquecida
Por pessoas amadas e queridas,
Que davam sua atenção a quem não merecia,
E nem lembravam de que eu existia…
Não chegava a ser ciúme,
Era tristeza mesmo, era melancolia…
Hoje já não tenho mais ciúmes,
O tempo se encarregou de amenizar
Os sentimentos e a ensinar a desamar…
Entendo mais, desculpo mais…
Em consequência… Sofro menos…                                      Carmen di Moraes

 

 

 

 

8. CIÚMES

Olhaste admirado àquelas rosas

E te encantaste ante a beleza delas

E eu ao teu lado fazendo-me a mais bela

Não mereci sequer um botãozinho em flor!                       Adozinda Aguiar

 

 

9. CIÚME

 

No espelho minha imagem radiante.
Caminho até varanda e fico a esperar.
O tempo passa… Meia hora, uma hora…
O bichinho traiçoeiro dos ciúmes
Começa a atacar vagarosamente.
Aos poucos traz desconfiança,
Depois, cenas imaginarias
Que se transformam em reais.
Eis que de repente você surge.
Não o recebo com alegria.

Mas, com calma você explica:
– Desculpe pelo meu atraso
Tive de socorrer meu pai
Que caiu e fraturou um braço.
Suspiro aliviado apesar da má noticia.
Que coisa doida é o ciúme.
Criamos em nossas cabeças cenas irreais.
Transforma-nos em animais irracionais.                     Maria Nilza Campos Lepre

 

 

 

10. CIÚME

 

Ciúme é um sentimento forte.

Para mim, da pior qualidade.

Sufoca, provoca perturbação

Não se conecta com lucidez,

Turva a razão, desnorteia o amor,

Tira a tranqüilidade de ambos.

Ciúme é irmão da posse.

Quem tem ciúme

Pensa que o outro é objeto

Sem vontade própria e desejos

Pior que tudo, sem liberdade.

O outro nada mais é

Que extensão de seus bens,

Por isso tem ciúme.

Não quer perder o que possui.

Ciúme requer tratamento

Para evitar insanidade.

O ciúme é irracional e imponderável.                                         Isabel Vargas

 

 

 

 

11.  CIÚME

 

Sentimento maduro e profundo.

Que te faz tolo e criança.

Que enche uma cabeça.

E esvazia o coração.

 

Dor de perda, dor sem dor.

Amargo gosto na língua.

Cegueira para a realidade.

Mudez para a razão.

 

 

 

12,  CIÚME

 

Um desejo de posse.

De irrestrita propriedade.

É medo de perda.

É medo de solidão.

 

Que cantem os poetas.

Que definam os linguistas.

Ciúme não é tolice.

É amor e paixão.                                                          Maria Lima Delboni Lima

 

 

 

 

13. O TEU CIÚME

 

O teu ciúme dilacera minha alma

entristece-me, ferindo o coração.

O teu ciúme abre entre nós um abismo,

condena-te, com esse imenso egoísmo,

a viver o desgosto da solidão.

 

O teu ciúme envenena teu corpo

Levando-te  a perder a razão.

O teu ciúme sem fundamento,

nos deixa distantes, eu lamento,

que tenhas perdido essa noção.                                    Lúcia Laborda

 

 

 

 

14.CIÚME

 

Quando o ciúme me subiu pelas canelas,

Fazendo em mim tormentas de sangue,

O amor me escapou pela janela,

Tornando meu mundo exangue.                                      Paulo Pazz

 

 

 

15. CIÚMES

Sentimento pequeno se agiganta
Complexo instinto anuncia
Presença aperta o peito
Ameaça, confunde a mente
Dissolve a alegria.
Desequilibra o ser
Incoerente
No que deveras sente.
Desbanca o bem, a boa emoção
Atrofia.
Escoa o que ama, se esconde
Ante a perda um temor.
Em disputa perde a harmonia,
Desencadeia um tumulto, uma dor.
Inveja se enrola em marasmo egóico
Trama um mundo infeliz,
Inseguro
Retrocede o amor.                                                                                                              Cida Gaioffato – Gaiô

 

SUGESTÃO DE TEMA:  Isabel Albuquerque

 

ORGANIZAÇÃO: Isabel Vargas

Leave a Reply